O que é a Xbox Velocity Architecture?

    0

    Depois de anunciar o selo Optimizado para Xbox Series X, e revelar a lista de jogos que serão lançados com suporte para a nova consola, desenhados para tirar proveito de todas as potencialidades de desempenho e processamento gráfico, chegou a vez de explicar o que significa a Xbox Velocity Architecture.

    Apelidada como “a alma da Xbox Series X“, a Xbox Velocity Architecture foi desenhada para oferecer experiências de jogo da nova geração, bem como um nível de detalhe e imersão nunca antes visto em consolas. Os quatro componentes da Xbox Velocity Architecture permitem que a Xbox Series X ofereça um rendimento de qualidade superior, para além das especificações brutas de hardware topo de gama. Graças a isto, os jogadores verão novas técnicas de renderização, a eliminação virtual dos tempos de carregamento e mundos maiores e mais dinâmicos.

    Xbox Velocity Architecture

    1. NVME SSD Personalizado: a unidade de armazenamento é a base da Xbox Velocity Architecture. Com 1 TB de espaço disponível, oferece uma taxa de transferência de 2.4GB/s, o que representa 40x mais do que a atual Xbox One.
    2. Descompressão Acelerada por Hardware: os jogos e packs de conteúdo são geralmente comprimidos para permitir downloads mais rápidos e uma menor ocupação em disco. Com o novo algoritmo proprietário, para pacotes BCPack, que permitem maior compressão de cada pacote, os estúdios vão poder poupar nas transferências enquanto os jogadores terão acesso ao jogo de forma mais rápida, sem perda de qualidade.
    3. Nova API DirectStorage API: as comunicações entre I/Os já foram inventadas há mais de 30 anos, e isso significa que teriam de ser revistas para tirar proveito de todo o manancial tecnológico de cada periférico. A nova API DirectStorage irá permitir aos estúdios desenvolver os seus jogos tirando partido de uma maior taxa de resposta entre dispositivos, enquanto os jogadores irão desfrutar de jogos com tempos de carregamento praticamente imediatos.
    4. Sampler Feedback Streaming (SFS): é uma inovação totalmente nova, construída sobre todos os outros avanços da Xbox Velocity Architecture. As texturas do jogo são otimizadas em diferentes níveis de detalhes e resolução, chamados mipmaps, e carregadas conforme o jogador se for aproximando dos elementos. Isto significa menor tempo de carregamento de imagens e mais memória disponível para outros detalhes do jogo. Hoje, os developers carregam um nível mip inteiro na memória, mesmo nos casos em que apenas podem disponibilizar uma porção muito pequena da textura geral. Por meio de hardware implementado na Xbox One X, foi possível recolher informações que resultaram no desenvolvimento de novos recursos adicionados à GPU da Xbox Series X, que irá permitir carregar apenas sub-partes de um nível mip na memória, à medida que são solicitadas.

    avatar
    500