Análise: PES 2021 – Season Update

0

A bola já rola nos relvados de todo o mundo, mais tarde do que o habitual e com algumas limitações que afetaram as ligas e os clubes da vida real. A verdade é que até no virtual tivemos mudanças importantes. Ao longo dos últimos anos, e há já quase duas décadas, fomos habituados a esperar uma nova edição do Pro Evolution Soccer todos os anos, um comportamento habitual nos simuladores desportivos, muitas vezes com poucas novidades em relação à edição do ano anterior, a não ser a habitual atualização de plantéis, jogadores e clubes. Esta aparente monotonia já motivou comentários nas redes sociais e comunidade de jogadores, chegando por vezes a ser considerado um ponto negativo comum em análises a estes jogos. A sugestão repetia-se com a possibilidade dos estúdios criarem um jogo base que recebia atualizações todos os anos, justificando apenas uma nova edição se algo de relevante fosse introduzido na jogabilidade. Esta ideia não foi atendida pelos estúdios, pelo menos até agora!

Parece que a Konami também se fartou desta monotonia, e até admitiu abertamente a ausência de inovações técnicas na nova edição. Anunciou também que já trabalha no novo PES 2022, que irá ser refeito a partir do zero, com um novo motor de jogo baseado no Unreal Engine 5, e já preparado para a próxima geração de consolas.

É neste ponto inédito que nos chega o eFootball PES 2021 Season Update, uma proposta diferente e mais em conta que o habitual, que apenas se compromete a atualizar equipas e ligas, sem garantir novas mecânicas que, muitas vezes, pouca ou nada de novo trazem ao jogo. Sem as habituais promessas de lançamento, será que esta é uma forma mais honesta de se relacionar com o consumidor, ou não se justificava qualquer nova versão? Devemos esperar alguma surpresa deste Season Update? Para responder a tudo isto, tivemos de tirar o pó das chuteiras, e fomos diretamente para os relvados do eFootball PES 2021 Season Update.

eFootball PES 2021 Season Update

eFootball PES 2021 Season Update

A Konami classifica este jogo como uma espécie de atualização independente do PES 2020, sendo óbvio que teremos em conta que custa menos que o normal (cerca de 30 €). Mesmo assim, a verdade é que continua a ser um lançamento individual, e não é gratuito! Num momento em que a maioria dos videojogos desportivos, como o FIFA, NBA 2K e Madden NFL, estão estagnados na inovação, os jogadores dividem-se entre os conformados e os descontentes por receberem atualizações anuais cada vez com menos novidades. Com esta realidade presente, este novo conceito parece ser tão interessante quanto arriscado.

Sem uma nova jogabilidade ou um novo conteúdo além da atualização das camisolas e penteados dos jogadores, afinal o que justifica comprar o mesmo jogo um ano depois? Esta é uma resposta complicada de dar de uma vez, e depende inteiramente de cada jogador. Como já referimos, a concorrência também não inovou e, portanto, não existe muita competição (principalmente a este preço). Ainda assim, o eFootball PES 2021 Season Update ainda esconde umas pequenas surpresas, que podem ou não justificar a compra.

eFootball PES 2020 VS PES 2021
eFootball PES 2020 VS PES 2021. Imgem: DR
eFootball PES 2020 VS PES 2021
eFootball PES 2020 VS PES 2021. Imgem: DR

Licença para jogar

Com uma nova temporada, chega também a renovação das licença das ligas representadas no jogo, e tal como o seu antecessor, este é um dos pontos fracos do PES 2021. A Konami conseguiu a licença de muitas liga secundarias, como a Liga Russa ou Turca, num generoso pacote onde também se inclui a portuguesa Liga NOS. Quer queiramos ou não, estas Ligas em nada se comparam às importantes ligas de Espanha, Inglaterra ou Itália, cuja ausência empobrece o simulador. Ainda assim nem tudo é mau!

Como novidade, este ano a Konami conseguiu obter a licença da Serie B de Itália, e a quase totalidade da Serie A, incluindo a exclusividade da Juventus de Cristiano Ronaldo (continuará a ser Piemonte no FIFA). AC Milan e Inter ficam este ano de fora, tal como já acontecia com muitas outras equipas das maiores ligas europeias, que apresentam nomes alternativos. Sem surpresas, também em Espanha e Inglaterra isto acontece, sendo que apenas o FC Barcelona, Arsenal e Manchester United estão completamente recriados, devido a uma parceria direta com a produtora. Para estas equipas parceiras, que também incluem o campeão europeu FC Bayern Munich, a personalização vai muito para alem dos equipamentos, com quase todos os detalhes dos estádios, 3º equipamento e jogadores recriados na perfeição. Só temos pena que este detalhe não se possa alargar a todas as equipas. Por fim, para muitos jogadores o que interessa é jogar na liga portuguesa e essa só existe completamente licenciada no PES 2021.

eFootball PES 2021 Season Update

A nível de transferências, a maioria dos detalhes da vida real já foram passados para os relvados digitais. A saída de Cavani do PSG, a chegada de Werner ao Chelsea e outras transferências, já foram introduzidas, mas muitos outros movimentos de mercado ainda não foram incorporados, e até as mudanças de número de Griezmann e outros jogadores, ainda não foram atualizadas. A Konami já prometeu resolver esta, e outras situações, com um grande update marcado para o dia 22 de outubro, mas com um título como ‘Season Update’, não esperávamos esta demora.

A mesma técnica

Como já referimos, a jogabilidade do eFootball PES 2021 Season Update mantém-se inalterada desde o seu antecessor, com a pequena diferença que chega já atualizada com todos os patches e melhorias que o PES 2020 sofreu ao longo de toda uma temporada. A título de exemplo, e em comparação, a posição em campo dos guarda-redes foi melhorada, e a IA defende um pouco melhor a nível físico. Ainda assim, não se pode chamar a isto uma inovação, uma vez que já podíamos ter a mesma experiência no jogo anterior, infelizmente, apenas não a tivemos logo no dia de lançamento.

Fora estas mudanças, o PES continua a misturar um ritmo de jogo um pouco mais lento e exigente, a uma mecânica que pede alguma evolução técnica do jogador para dominar. Não sendo tão fácil de aprender para jogadores casuais como o seu concorrente FIFA, o PES tenta premiar os seus jogadores mais dedicados com uma vantagem clara em campo. Na nossa opinião, isto é positivo, mas acaba por ser algo de interpretação inteiramente pessoal. Tendo em conta que a concorrência continua a tentar aproximar-se deste modelo, talvez a resposta seja mais óbvia do que parece, mas não se pode agradar a gregos e a troianos.

eFootball PES 2020 VS PES 2021
eFootball PES 2020 VS PES 2021. Imgem: DR

A nível visual e sonoro também pouco ou nada se alterou. O PES nunca tentou dominar o mercado pelas suas texturas, destacando-se mais pela sua jogabilidade, e neste caso, manteve o melhor aspeto que a série já apresentou até aos dias de hoje. Os menus continuam também um pouco menos intuitivos do que gostaríamos, e esperamos sinceramente que melhorem na próxima edição.

Veredito

Sem promessas profundas de inovação, a Konami surpreendeu-nos com o novo eFootball PES 2021 Season Update, uma versão mais barata do habitual título base (inexistente este ano) e que atualiza os plantéis e ligas de todo o mundo, sem por em causa a qualidade inerente à série. O novo PES apresenta também todas as patches do PES 2020 já aplicadas, e apresenta-se como uma proposta completamente independente, do melhor que um simulador de futebol tem para oferecer.

Aplaudimos a coragem da Konami em admitir que já trabalha no PES 2022, um adiantamento provavelmente causado pela pandemia que provocou sérios problemas no desenvolvimento de muitos jogos que não chegaram a ser lançados. Como teríamos, este ano, uma edição “igual à outras”, a Konami não tentou esconder as suas fragilidades e assumiu uma edição em forma de atualização com um preço mais baixo que o habitual, numa clara provocação comercial à EA, que ainda assim continua a pedir o preço completo pela mesma experiência do ano passado. É de difícil avaliação perceber se esta jogada de marketing irá ter repercussões, mas para os jogadores a resposta é imediata. O custo mais reduzido, mantendo ainda assim a qualidade de jogo e atualizações ao longo do ano, podem justificar a aquisição do jogo, mas por outro lado, nada de especial foi acrescentado.

O novo eFootball PES 2021 Season Update acaba por parecer uma ‘Ultimate Edition’ do seu antecessor, e não um jogo completo individual. Como mantém as mesmas qualidades e defeitos que já frisamos há um ano, são quase o mesmo jogo, mas com um pequeno twist. Com um preço mais reduzido, esta é uma excelente oportunidade para os jogadores que saltaram alguma edição poderem agora atualizar-se. Já para os verdadeiros fãs da série, o que podemos dizer é que toda a experiência PES não foi colocada em causa.

[Análise baseada na versão do PES 2021 – Season Update para PlayStation 4, gentilmente cedida pela Ecoplay]

Positivo
Mesma jogabilidade e característica da série PES.
Inclui todas as patches e melhorias do PES 2020.
Preço mais reduzido pode permitir a chegada de novos jogadores à série.
Nova licença da Serie B italiana.
Bons visuais e equipamentos extra de algumas equipas.
Negativo
AC Milan e Inter de fora das licenças.
Ausência completa de novidades.
Algumas transferências e mudanças necessitam de patch.
Traz alguns dos mesmos problemas do PES 2020.
86
Muito Bom
avatar
500